Le Pain Quotidien – opções veganas em São Paulo

Hoje vou falar de um lugar que, apesar de não ser 100% vegano, tem várias opções veganas no cardápio.

Le Pain Quotidien é uma rede de padarias belga que, além dos pães feitos só com trigo, água e levain (fermento natural), tem um restaurante que serve comidas saudáveis e deliciosas!

sem-titulo

 

Tudo que tiver essa cenoura é 100% vegano, então fica mais fácil de identificar. Da última vez que eu fui comi essa salada de quinoa e tomei um suco de limão com framboesa, delícia!

 

20170103_122222

 

20170103_122444

 

 

 

Eles têm várias unidades em São Paulo (e a próxima será em Higienópolis, do lado do shopping)

Le Pain Quotidien – Vila Madalena
R. Wisard, 138
(11) 3031-6977
Le Pain Quotidien – Itaim Bibi
Rua Pais de Araújo, 178
(11) 3078-0383
Le Pain Quotidien – Vila Nova Conceição
R. Afonso Braz, 657
(11) 3849-0835
Le Pain Quotidien – Shopping Vila Olimpia
Shopping Vila Olímpia
Shopping Vila Olímpia – R. Olimpíadas, 360
(11) 3047-6541
Le Pain Quotidien
Shopping Cidade Jardim
Shopping Cidade Jardim – Via Prof. Simão Faiguenboim, 5320
(11) 3758-3597
Le Pain Quotidien – Al. Lorena
Alameda Lorena, 1914
(11) 3562-1424

 

 

 

 

 

Vegacy – um vegano clássico de São Paulo

Não sei como nunca falei do Vegacy aqui antes, mas já estava mais do que na hora!

Em dezembro voltei lá depois de muito tempo. Antigamente a unidade deles ficava na Rua Augusta, mas faz uns 3 meses que mudaram para a Alameda Jaú.

É um dos restaurantes veganos mais antigos de São Paulo. O almoço é buffet por kilo e eles também tem lanches e bolos.

Sempre tem muita opção e quero comer tudo, então sempre que vou experimento várias coisas do buffet.

De sábado sempre tem feijoada, que é uma delícia, então sempre como, mas misturo com outras coisas também: tempurá, banana frita, brócolis com creme de tofu, hambúrguer de soja, e salada de beterraba e grão de bico. Hmmm que delícia, só de olhar a foto me dá fome!

15251851_1209860312415074_3318647936002293760_n1

 

Vale a pena experimentar!

Vegacy

Endereço: Alameda Jaú, 1581 – Jardim Paulista, São Paulo – SP, 01420-002
 Horários:
terça-feira 11:30–15:00
quarta-feira 11:30–15:00
quinta-feira 11:30–15:00
sexta-feira 11:30–15:00
sábado 12:00–16:00
domingo Fechado
segunda-feira 11:30–15:00

 

2017, o ano da felicidade!

Ano novo, posto novo! No final de 2016 muitas coisas aconteceram, coisas que eu nunca imaginei que iriam acontecer, e que me deixaram um pouco “fora de área” e parei de postar aqui.

Mas, agora começa um novo ano, e com ele minha única resolução: ser feliz!

Aguardem mais novidades em breve e com maior frequência. E feliz 2017 pra nós!!

 

Sorveteria Stuzzi – opções veganas no Campo Belo e na Vila Madalena

No sábado fui na minha sorveteria preferida de São Paulo, Stuzzi. A sorveteria tem 2 unidades, do lado do Metrô Vila Madalena e no Campo Belo.

Além dos tradicionais sabores sem leite, que são os de fruta, eles têm sabores feitos com leite de castanha, uma delícia!

Comi o de pistache (meu preferido), nozes e morango.

14709541_211219292647038_2395729798476333056_n1

Além disso, eles tem opções de bolos, chocolates e tortas veganas e cafés com leite de soja. Vale a pena conferir!
Rua Zacarias de Góis, 1419 – Campo Belo, São Paulo – SP, 04610-000
Horário:

segunda-feira 12:00–20:00
terça-feira 12:00–20:00
quarta-feira 12:00–20:00
quinta-feira 12:00–20:00
sexta-feira 12:00–20:00
sábado 09:00–20:00
domingo 09:00–20:00
Rua Paulistânia, 450 – Vila Madalena, São Paulo, 05440-050
Horário:

segunda-feira 09:00–20:00
terça-feira 09:00–20:00
quarta-feira 09:00–20:00
quinta-feira 09:00–20:00
sexta-feira 09:00–20:00
sábado 12:00–20:00
domingo 12:00–20:00

 

Veni Vidi Vici – Pizza na Paulista

Sábado fomos conhecer um restaurante que vi no Rota Veg, guia vegano com várias dicas boas de onde comer em São Paulo.

O lugar se chama Veni Vidi Vici e é um restaurante com várias opções veganas de saladas, wraps e pizzas, e você pode montar seu próprio prato, escolhendo os ingredientes – e na pizza, eles têm o queijo vegano da superbom!

img_20161001_142813668

 

Eu pedi de massa integral com brócolis, abobrinha, tomate e champignon, com queijo mussarela, uma delícia!

img_20161001_142820205

 

O Pedro pediu de alho poró, cebola, rúcula e brócolis, também bem boa!

 

De sobremesa, ainda teve um cookie incrível que o dono ele mesmo faz, uma delícia, tão bom que não deu tempo de tirar foto!

img_20161001_142843222_hdr

 

Vale a pena conhecer!

Veni Vidi Vici

Horário: de segunda à quarta-feira das 11:30 às 15:00. De quinta-feira à sábado das 11:30 às 22:00.

Rua Antônio Carlos, 423 – Consolação, São Paulo/SP

 

 

Cuidados faciais noturnos

Já falei várias vezes aqui da Beleza do Campo, (aqui e aqui) loja online que vende vários cosméticos veganos.

Hoje vou falar da linha noturna que comprei há pouco tempo e que estou adorando! É da Cativa e chama flor da noite. Comprei 3 produtos:

  1. Sabonete líquido facial

    sabonete-liquido

    2. Creme facial noturno

    creme-facial-noturno

    3. Creme para área dos olhos

    creme-olhos

 

Tenho 32 anos e algumas rugas já começaram a aparecer (juro! rs), mas nada demais também, hidratação e cuidado são mais importantes do que anti-rugas. E além dos cremes anti-idade serem em sua maior parte testados em animais, essa linha é natural com quase 80% dos componentes orgânicos.

Vale a pena experimentar! 🙂

 

O exfoliante mais barato do mundo

Dia desses, colocando borra de café na minha hortinha, pensei “Se faz bem pra cebolinha, deve fazer bem pra gente também, não?”

Comecei a pesquisar e eis que encontro um exfoliante feito de borra de café e açúcar (na receita fala pra usar algum óleo também, mas como minha pele já é oleosa e eu hidrato depois, fiz só com café e açúcar.

IMG_20160907_223027043.jpg

 

Sim, não é nada bonito, mas olha, me surpreendi com os resultados! Usei açúcar demerara pois é o que eu tinha em casa (não compro mais açúcar branco porque é muito processado…), mas funciona com qualquer um.

Quando penso que os exfoliantes de farmácia comuns são cheios de plástico (ver vídeo aqui), que tal experimentar fazer seu próprio exfoliante, que além de ser melhor para você e para o meio-ambiente, é praticamente de graça! (afinal, você já tomou o café, e quanto custa um pacote de açúcar comparado com produtos de beleza?) 🙂

Utilidade Pública – o coletor menstrual

Hoje tem utilidade pública no blog. O post é longo, sincero, escrito por alguém que usa o coletor, pode parecer exposição demais mas acredito que é um assunto que precisa ser compartilhado.

Vamos falar o que é verdade: ninguém gosta de ficar menstruada. Tem dor, tem sensibilidade, tem (muito) sangue envolvido. E ai a gente liga a TV e vê uma propaganda daquela marca de absorventes com um líquido azul bizarro que eles jogam em cima do absorvente (diga-se fralda), e ai aparece uma menina toda saltitante usando a calça branca mais justa que você já viu.

Olha, eu acho que aquela modelo está usando um coletor menstrual, porque ninguém fica feliz e saltitante usando calça branca e uma fralda.

A verdade é essa: o absorvente incomoda, espalha o sangue, fica fedido, ou seja, nada agradável!

Entra o coletor menstrual [som de anjos flutuando]:

cm

 

O coletor menstrual muda completamente a relação que nós, mulheres, temos com a menstruação. Explico.

Aquela sensação de que você menstrua DEMAIS é porque o absorvente “espalha” todo o seu sangue, como uma fralda mesmo, e ai você fica com a sensação de que tudo vai vazar a qualquer momento e fica indo no banheiro constantemente para verificar.

Com o coletor, isso não acontece, pois o copo coleta o sangue sem espalhar, como diz o nome ele coleta o sangue, fica no “copinho” e não se espalha para nenhum lugar.

Aquele cheiro “característico” do sangue na verdade não é característico, é o cheiro do sangue em contato com o ar. Com o coletor, como o sangue não sai para fora do corpo, não tem cheiro nenhum! JU-RO! 🙂

Ninguém consegue ficar mais de 4 horas com o mesmo absorvente: ele estufa, fica fedido, incomoda. Já o coletor pode ser usado por até 12 horas – isso mesmo, eu disse DOZE horas, Brasil! E quando você tira, é só lavar com água e sabão neutro e colocar de novo que você está pronta pra arrasar!

Agora vamos ás dúvidas. Sei que muitas mulheres tem muitas, porque eu tinha também.

Dói pra colocar?

Não. Se você colocar certo, não tem porque doer. No início pode ser um pouco desconfortável, já que cada mulher tem uma anatomia, mas depois, você nem vai sentir que está menstruando.

Alguns tutoriais que podem ajudar:

http://www.vix.com/pt/bdm/saude/como-usar-coletor-menstrual-passo-a-passo-e-dicas-para-higienizar

http://pt.wikihow.com/Usar-um-Coletor-Menstrual

Como eu faço se eu estiver na rua e tiver que esvaziar?

Não tem problema, é só tirar, esvaziar no vaso e lavar com água corrente, sabão neutro, e colocar de novo.

Se eu tiver dificuldade pra tirar, o que eu faço?

No começo pode ser que você tenha dificuldade, então uma dica é fazer força pra fora, e ai o músculo ajuda a empurrar o coletor pra fora e fica mais fácil de puxar.

Posso cortar a haste?

Olha, eu não cortei, mas também não me incomoda, acho que depende de cada mulher. O jeito é ir testando e, com o tempo, ver o que é melhor pra você.

Posso ir no banheiro com o coletor?

PODE! 🙂 Pode fazer número 1, número 2, fazer academia, correr, dormir, entrar no mar, na piscina..pode tudo! (menos fazer sexo, obviamente…) O mais incrível de ir no banheiro com o coletor é que o papel do xixi vai sair limpinho e você não vai ter que se preocupar com nada!

Qual coletor escolher?

Hoje em dia o mercado tem várias marcas, eu comprei o meu num site que chama Guia Vegano, mas tem pra vender em outros também:

Vista-se

Beleza do Campo

Só vale dizer que ouvi falar muito bem do Inciclo, o que eu uso (Green Donnna) eu adoro, e já me disseram que o da Fleurity o silicone é um pouco mole, o que pode dificultar na hora de fazer um vácuo, mas eu acho que cada mulher se adapta com um, tem que comprar e experimentar.

Bem, acho que é isso. Digo que a minha relação com a menstruação mudou muito depois que comecei a usar o coletor. Antes, o que era incômodo, “sujo” [no sentido que sentia que sempre tinha que tomar banho quando eu trocava meu absorvente, porque espalhava tudo], trabalhoso, se tornou algo leve e confortável! É realmente uma sensação incrível. Não tem como descrever, só experimentando na pele.

Se alguém tiver alguma outra dúvida me coloco à disposição para responder, mas reforço: tem que usar, tem que divulgar, nosso corpo merece!!

 

 

 

Mon Nid – tortas veganas

No sábado, depois de ter comido no food truck do Veggies na Praça (post aqui), comi uma das melhores tortas veganas que já comi na vida: Mon Nid. O casal, que começou a fazer tortas faz pouco tempo, estava com um estande montado ao lado do Veggies, e me disse que ficou surpreso com a quantidade de respostas positivas que receberam das tortas.

Olhem só isso, e vejam se não dá vontade de lamber a tela.

IMG_20160806_145718829_HDR

 

ok, mais uma vai:

IMG_20160806_145725119

Torta de chocolate com avelã, uma sensação!

 

Eles vão participar da feira vegana JMA no dia 21 de agosto, vale a pena ir e experimentar uma (ou todas) as tortas! 🙂

jma

Confira a página deles no facebook, e, sério, não deixem de experimentar!